Entenda

que minha primeira saída foi apenas um ensaio                                                            rascunho                                                                                                                                                um rasgo                                                                                                                                  precisava de um costume                                                                                                                    Entenda                                                                                                                                              que minha segunda saída foi apenas mais uma tentativa                                                      triste                                                                                                                                                    falha                                                                                                                                         precisava desacostumar                                                                                                        Entenda                                                                                                                                              que minha terceira saída foi apenas um devaneio                                                                      sonhos                                                                                                                                                    suspiros                                                                                                                                    precisava me retornar                                                                                                                      Entenda                                                                                                                                              que a quarta será a última                                                                                                                  e a primeira.

 

Anúncios

moscou.

Moscou é amor e pequenos ódios. é pressa dentro da minha calmaria. é sol nos meus dias frios. é frio em sorrisos quentes. é um inverno longo que acalenta minha alma de veraneios.

Incerto.

há pouco saí da fila do pão, já sei quem sou e sinto minha alma envolta em incertezas. abraçada ao escuro do novo, ao frio na barriga, eu vejo leveza. eu vejo paz. pode tudo dar certo e dar errado. paz. o desassossego agora vem de olhos brilhantes, é desassossegada que eu quero viver.

 

Sobre ser.

Quem sou eu na fila do pão? E nem falo de amor. Quem me vê, sabe que eu me perdi. Sabe que eu nem tento me encontrar. Não é nada de mais, eu sei onde estou, não sei quem sou. Me perdi no tempo, dentro do espaço. Me deixei ir e me segui. Soltei meu eu pelo meu pão. E todo dia na fila, eu já nem sei. E quem me vê, não me vê mais. Sou só mais alguém na fila do pão. Só mais alguém que se perde. E não quero me achar. Ou quero, mas quero o pão também. E sei. É tarde demais.

 

 

Alguém me disse…

e eu não ouvi.
não quis.
o pé na estrada,
a mochila nas costas,
o sol nos olhos,
e no ouvido, som nenhum.
alguém disse,
mas não ouvi.
som disperso.
aqui fora é assim,
o mundo é tão grande que a gente ouve
quando quer.
e eu não quero te ouvir.

Apenas.

Algumas coisas,
A gente diz.
Mas não é sempre.
Tem vez. Tem hora.
Não tem.
Algumas coisas,
A gente sente.
Mas não sorri.
Tem vazios, tem lágrimas.
Silêncios.
Algumas coisas,
A gente faz de conta.
E conta, reconta,
E mente.
Tão sempre.